Páginas

23/01/2014

Trilogia Grisha 1 - Sombra e Ossos (Leigh Bardugo)

"Sombra e Ossos" é o livro de estreia de Leigh Bardugo, e o primeiro da Trilogia Grisha. A autora criou um universo sombrio onde a guerra é o pano de fundo, humanos e Grishas compõem o exército de Ravka para combater Fjerda e Shu Han e algo ainda mais perigoso: A Dobra das Sombras, um corte negro no meio do território de Ravka, que a separa de sua área costeira e a deixa isolada do mar. Para fazer comércio e troca de mercadorias, é preciso de arriscar e atravessá-la, mas a Dobra esconde perigos inimagináveis em meio à escuridão.

Os Grishas são pessoas especiais que manejam elementos naturais e conseguem controlá-los. A habilidade Grisha é chamada de Pequena Ciência. Aeros, Hidros e Infernais controlam, respectivamente, os elementos ar, água e fogo. Possuem várias subdivisões e suas funções lhe conferem termos específicos, como: curandeiros, sangradores, conjugadores...
Dentre os tipos de Grishas, há o mais poderoso deles: o Darkling, um conjurador que controla a escuridão e, mais do que isso, é um amplificador vivo. Inclusive, há centenas de anos, foi um Darkling quem criou a Dobra das Sombras, e hoje um Darkling quer livrar o mundo dessa maldição.

A narrativa principal é na voz de Alina Starkov. Uma sobrevivente de guerra que agora é cartógrafa e está na iminência de atravessar a Dobra com seu contingente do exército. Ela e seu amigo de infância, Maly, depois de passarem anos sob a tutela de um benfeitor (que acolhia órfãos de guerra), servem juntos ao primeiro exército de Ravka.
Vamos pôr as cartas na mesa: Alina é apaixonada por Maly e o platonismo da situação é meio doloroso. Maly é um rastreador talentoso e muito atraente, o que não o deixa sem companhias femininas. Claro que ele se importa com Alina, mas não do jeito que ela gostaria.

A travessaria na Dobra é um ponto crítico e Alina não tem um pressentimento bom sobre isso. O momento chega e tudo dá errado.
Volcras, criaturas malignas que vivem na Dobra, atacam o contingente e o caos impera. Não há esperança, apenas escuridão e morte. Até que surge... luz.

Uma luz que sai de Alina, uma luz que é Alina.

Quando os poucos sobreviventes são levados à presença do Darkling. Alina não sabe explicar o que aconteceu. É tudo surreal, mas ela descobre que é uma Conjugadora do Sol. A única viva há centenas de anos. Isso significa esperança, a Dobra enfim poderá ser destruída e Ravka poderá se unificar, mas que a que preço?
Alina não faz ideia do novo universo que a espera. Ela terá que aprender a lidar com suas habilidades, com a pressão de ser a salvadora e com seus dramas internos. Ela perceberá que as relações de poderes são mais complexas que imagina, pois estará no centro.
(...) "Porque você gasta toda sua força lutando contra sua natureza?"
Eu não estava lutando contra nada. Ou pensava que não estava. Não tinha mais certeza de coisa alguma. Toda a minha vida eu havia sido frágil e fraca. Todos os dias pareciam uma luta. Se Baghra estava certa, tudo isso mudaria quando eu dominasse meu talento Grisha. (...)
A autora se inspirou na Rússia para a ambientação da trama, e é tudo totalmente crível. A narrativa é incrivelmente sensorial e... visível. As descrições de lugares, pessoas, situações e até sentimentos, são feitos de forma primorosa e fluida. Mesmo com vários termos complicados no primeiro momento, acabamos nos familiarizando com eles e somos enredados por essa mitologia fantástica.
Os personagens são incríveis. Alina, mesmo com o poderoso clichê sentimental, é uma heroína BADASS, não só por todo poder que ela tem em mãos, mas por sua personalidade forte. Maly some um pouco da história, mas sempre que se faz presente, sua postura é atrativa e confiante. E temos o Darkling, o segundo homem mais poderoso de Ravka (só está abaixo do rei) e o Grisha mais awesome que já se teve notícias! Sua presença é forte e grita "perigo", porém mesmo assim é meio impossível não se encantar.
(...)"Eu posso ser piedoso."
Ele se inclinou, puxando-me para perto, seus lábios tocando meu ouvido. "Amanhã, entramos na Dobra das Sombras", sussurrou, sua voz como uma carícia. "E quando chegarmos lá, alimentarei os volcras com seu amigo e você o verá morrer"(...)
Ainda temos Genya, Ivan, Baghra, o Apparat e outros personagens importantes, todos com sua carga de mistérios, encantos e surpresas.

Para falar a verdade, tudo referente ao universo de "Sombra e Ossos" inspira mistério, encanto e surpresa. Acontecem muitas revira-voltas que deixam a história mais tensa e surpreendente a cada avanço. A autora fechou um ciclo nesse primeiro livro, mas ainda temos várias perguntas sem resposta e, certamente, muitas surpresas.
A editora Gutenberg caprichou e deixou o livro atrativo de várias formas. Logo na contracapa, há um mapa com figuras sugestivas que envolvem os mistérios da história. Há um brasão imenso na divisão dos capítulos e mais adornos no rodapé. É um livro esteticamente lindo.


O segundo volume da trilogia Grisha "Siege And Storm" (ainda sem título traduzido) deve chegar em terras tupiniquins ainda em 2014 e adivinhem que estou ansiosa?!!

"Sombra e Ossos" é um livro imperdível para que curte fantasia e romance. Vai perder?


7 comentários:

  1. O que falar desse livro que mal conheço e já considero pakas? Hahahaha! Fernanda, essa tua resenha tá 10/10. Quero ler esse livro pra ontem, nem que eu vá na Saraiva e leia lá mesmo! Até pq não resisto a um livro de fantasia, com temática elemental então... Fora os personagens que achei bem interessantes. Emfim, "Sombra e Ossos" já tá na minha lista de must read e é tua culpa! Parabéns pro blog e pra equipe! Vida longa ao "Nem te Conto"!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JÚNIOR!!!! Quando comentaste que a temática com elementos te atraí já soube de cara que tu amaria "Sombra e Ossos"! Ela trabalha muito bem esse aspecto da história!
      Sério, sério, esse livro é incrível e PFV, LEIA!
      Obrigada pelo comentário, obrigada pelos elogios e espero que o blog consiga avançar cada vez mais.
      Beijos!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Aii, você já tinha me falado desse livro e eu tava morrendo de vontade de ler e agora VOU COMPRAR, CULPA TUA, AFEEE.

    Essa coisa de "Ela terá que aprender a lidar com suas habilidades, com a pressão de ser a salvadora e com seus dramas internos."" é tão Dark Swan da Richelle Mead (ou me engano?), a relação dela com o Darkling é tão a relação do Dorian com a Eugenie <3 e isso já me dá ARREPIOS E UM CALOR E UM AMOR NO CORAÇÃO <3
    hahahaahah
    e minha nossa, ele parece ser tão sexy xD

    Olha só, já tô shippando antes mesmo de ler o livro.... tc tc tc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. My Bréir, essa história foi feita para nós! Acredite no que digo.
      Hm, acho que não direcionei muito à "Dark Swan" porque Alina não parece em nada com Eugenie. Eugenie já é uma mulher que sabe das coisas e se permite. Alina é uma garota nova e confusa. Tudo muda rápido demais pra ela. O ponto em comum entre elas é: são rebarbadas pra caramba! hahahah
      Quanto ao Darkling e Dorian....... hm, esses dois poderiam ser primos de 3° grau.
      Como já sei a conclusão de "Dark Swan", Dorian é seguro. Agora Darkling?!?! NÃO SEI, MAS QUERO SABER, QUERO TUDO! Ele é um personagem bem nosso tipo, sabe. AIN, QUERO TANTO QUE TU LEIA PARA SOFRERMOS JUNTAS!
      Mas, óh, não sei como tu vai reagir com Maly. Não consegui não gostar dele. Ele é atraente, sabe. Mais como Adam do que Kiyo.
      Enfim, enfim, leia, my Bréir. Vamos ficar um pouco mais insanas do que já somos. Esses livros, tsc. <3

      Excluir
  4. :O
    Esse livro parece ser IN-CRÍ-VEL!
    Gente do céu, parece ser o livro que todo autor gostaria de ter escrito em sua estréia na literatura. Fora que é a diagramação é belíssima! <3
    Apaixonei, quero ler já!
    Beijos!
    Vanessa Tourinho
    Paraíso Em Papel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VANESSA DO CÉU, SIM, ESSE LIVRO É INCRÍVEL!
      O adorei de verdade e ele é lindo esteticamente.
      Espero que tu tenha oportunidade! Compartilhe comigo, viu.
      Beijos e obrigada por comentar! <3

      Excluir